Acesso Contábil - Seu Portal de Informações e Serviços sobre Contabilidade

(13) 97403-0313 NFStock

Acabou a festa dos atestados médicos falsos. Vem aí o e-atestado.

Postado em: 2 de abril de 2012 | Arquivado em: Blog, Ministério do Trabalho e Emprego

A Associação Paulista de Medicina (APM) apresentou seus novos produtos, os atestados médicos digitais, à imprensa nesta terça-feira (27 de março). Além de permitir redução do consumo de papel, os e-atestados auxiliam no combate às fraudes no sistema de saúde.

Atestado MédicoPioneiro no mercado brasileiro, o atestado digital da APM diminui o risco dos médicos serem vítimas de fraudadores; assegura que os atestados foram realmente emitidos por médicos e contêm informações verídicas, o que contribui para minimizar afastamentos desnecessários de funcionários; e ajuda a evitar que as doenças e afastamentos de empregados sejam contestados ou considerados duvidosos.

“Os novos produtos da APM vêm dar grande contribuição à assistência médica. As fraudes de atestados são motivo de preocupação para a classe, já que os profissionais são constantemente chamados a depor nos Conselhos de Medicina e delegacias e têm seus nomes envolvidos em processos administrativos dentro de hospitais etc”, esclareceu o presidente da APM, Florisval Meinão.

O diretor de Previdência e Mutualismo da APM, Paulo Tadeu Falanghe, acrescentou que os atestados digitais foram elaborados pelos próprios médicos componentes da diretoria da entidade, preocupados em conferir veracidade e credibilidade às informações prestadas pelos colegas de profissão.

Clóvis Francisco Constantino, diretor adjunto do Departamento, também conselheiro do Cremesp, disse que o cuidado que a APM toma com os atestados demonstra sua preocupação com a saúde da população: “Dentro da ética médica, o atestado é um dos documentos mais importantes, que nunca poderiam ser banalizados”.

Um dos idealizadores do projeto, o 1º diretor de Patrimônio e Finanças da APM, Murilo Rezende Melo, contou que já foi vítima da fraude de atestados. “É inconcebível e muito triste para mim alguém tentando se passar por médico e o RH de uma empresa contestando nosso trabalho. O e-atestado é só o primeiro passo; nossa ideia é ter soluções para evitar novas possibilidades de fraudes, como em pedidos de internação e de medicamentos de alto custo, por exemplo.”

O assessor de Previdência e Mutualismo da APM, Marcos Pimenta, lembrou que a Associação levou 18 meses para elaborar os e-atestados, Atestado Médicodisponíveis em oito modelos diferentes, sendo seis médicos e dois de saúde ocupacional. Lacildes Rovella Júnior, diretor administrativo da entidade, aproveitou a ocasião para reforçar que a renda obtida com a venda dos atestados ajuda a APM a manter a assistência financeira a médicos em doença ou impedimento permanente e/ou suas famílias, em caso de falecimento, trabalho iniciado com o antigo selo médico e que beneficia 140 famílias.

Já a diretora adjunta de Ações Comunitárias, Yvonne Capuano, também diretora do Departamento de Segurança da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), afirmou que as fraudes atrapalham a todos: indústria, médicos e pacientes.

O evento também marcou a assinatura do documento que oficializa a parceria entre a APM e as empresas CertiSign, representada por seu gerente comercial Péricles Mattos, e Veus Techonology,  representada pelo diretor Marcelo Botelho, no desenvolvimento dos atestados digitais.

Fonte desta matéria: http://www.apm.org.br/noticias-conteudo.aspx?id=7607

Brasil

Forte abraço, o Brasil só é sucesso com você!

São Vicente, 02 de abril de 2012
Edevaldo C. Monteiro
Téc. Contabilidade

Gostou da leitura? Compartilhe com seus amigos!